, , ,

Estereótipos de gênero


Transexual é um termo referente à identidade de gênero, ou seja, para aquele que se identifica com um gênero que não corresponde ao seu físico.

.
Transexualidade é a condição considerada pela OMS [Organização Mundial de Saúde] como um tipo de transtorno de identidade de gênero, mas pode ser considerada apenas um extremo do espectro de transtorno de identidade de gênero. Refere-se à condição do indivíduo que possui uma identidade de gênero diferente a designado no nascimento, tendo o desejo de viver e ser aceito como sendo do sexo oposto. Usualmente o homens e a mulheres transexuais apresentam uma sensação de desconforto ou impropriedade de seu próprio sexo anatômico, desejam fazer uma transição de seu sexo de nascimento para o sexo oposto (sexo-alvo) com alguma ajuda médica (terapia de reatribuição de gênero) para seu corpo. A explicação estereotipada é de "uma mulher presa em um corpo masculino" ou vice-versa, ainda que muitos membros da comunidade transexual, assim como pessoas de fora da comunidade, rejeitem esta formulação.

Desde meados do século XX a homossexualidade tem sido gradualmente desclassificada como doença e descriminalizada em quase todos os países desenvolvidos e na maioria do mundo ocidental.
Entretanto, o estatuto jurídico das relações homossexuais ainda varia muito de país para país. Enquanto em alguns países o casamento entre pessoas do mesmo sexo é legalizado, em outros, certos comportamentos homossexuais são crimes com penalidades severas, incluindo a pena de morte. [Wiki]

um outro gênero sexual
As pessoas transexuais, no entanto, acham ofensiva essa designação e contestam o uso do termo transtorno. Esse conflito entre o cérebro e o corpo tem início na gestação, quando a programação sexual do cérebro - que ocorre antes da formação dos órgãos sexuais - não corresponde ao sexo biológico.

Após a Cirurgia de Redesignação Sexual (de homem para mulher) o transexual pode ser considerado uma nova mulher?



Variação de gênero sexual

No entanto o que coloco em questão é se uma pessoa que nasce com o sexo masculino, poderá vir a ser uma mulher ao pé da letra.
Em minha opinião, não são mulheres, e continuam a ser outra variação de gênero sexual já definidos no período de gestação intrinsecamente associado ao homossexualismo o que vem a ser a preferência pelo sexo igual.

O indivíduo nasce macho ou fêmea com características físicas correspondentes ao sexo.

  • A mulher tem útero, trompas, dois ovários que produzem os gametas femininos que são os óvulos, ela tem ovulação e seu corpo tem a temperatura corporal aumentada quando está neste período com um ciclo hormonal de 28 dias e ela menstrua.

Veja na imagem o momendo da liberação do óvulo no folículo durante a ovulação da mulher.

  • A mulher tem uma vagina formada por músculos internos, possui a glândula de Bartholin dois pequenos órgãos invisíveis alojados na entrada da parede vaginal com a função de efetuar a lubrificação do canal para o sexo.
  • A mulher tem a capacidade de produzir leite para amamentação na época da reprodução sob o comando de vários hormônios femininos de lactação que começam a agir em seu corpo ainda antes de o bebê nascer.
  • A mulher tem durante seu gozo as contrações uterinas e vaginais involuntárias.
Então... é como eu disse no início: existem sim, variações da sexualidade nas pessoas, e alguns homens desenvolvem hormônios femininos mais acentuados, o que influencia em seu comportamento social e sexual, porém, não possui nenhuma habilidade reprodutiva feminina. Um transexual quando goza ele expele o que? Será que ele produz secreções vaginais com cheiro de fêmea?
Rotular-se de "new woman" ai é algo muito mais complexo e não é tão simples assim, pode existir um terceiro sexo, isso sim, outra identidade de gênero associada ao feminino com também no caso das pessoas intersexo.

Legitimidade social dos homossexuais


“A legitimidade da busca pela aceitação social, independente de escolhas sexuais individuais, deixa de existir quando o que se manifesta, na verdade, é a imposição do homossexualismo sobre toda e qualquer divergência que ele possa encontrar na sociedade. Assim como existe o direito de optar pelo homossexualismo, cada indivíduo também tem o direito de ser contrário a ele, por razões de cunho moral, religioso ou de qualquer outra natureza. Devemos observar que ser contrário ao homossexualismo é uma postura individual que não garante o direito de desrespeitar, discriminar ou agredir (fisica ou verbalmente) indivíduos homossexuais.”

O que é Autoginecofilia?



.

0 comments:

Postar um comentário


Obrigada por chegar até aqui. Seu comentário será valioso para que eu receba através dele, a sua opinião, prova da nossa interação.

Este espaço aborda o erotismo e assuntos relacionados com a sexualidade, mas, não explora a pornografia.

Comentários ofensivos, discriminatórios e preconceituosos serão deletados, aqui prevalece a ética e o bom senso dos leitores.
Um beijo