, , , , ,

Sobre o clitóris e o orgasmo feminino

Observação
Ao homem que não sabe o que fazer quando se depara frente a frente com uma buceta na cara. Ela não quer apenas lambidas, mas, que trabalhe com conhecimentos seu órgão chamado CLITÓRIS. Use a ponta da língua no seu botãozinho
.
Clitóris


Na verdade, o chamado “orgasmo vaginal” é sentido na parte interna, mas ainda é obtido estimulando-se o clitóris.

Não existe "orgasmo vaginal"

Não há um "Ponto G" 

.

Hipócrates, (460 a.C.-377 a C.) o pai da medicina, achava que as mulheres  tinham esperma e que elas precisavam ter orgasmos para reproduzir e para tanto que se tentasse o clitóris e essa teoria teve uma idade longa.

Assim na idade média, apesar da desconfiança da igreja, quanto a tudo ligado ao prazer, os médicos propunham tratamentos inesperados.
.
A receita para que a mulher engravidasse era a seguinte:

—"Lubrifique o dedo com óleo perfumado, e friccione a vulva com movimentos circulares.’’

Segundo dois escritores da época Boccaccio e Chaucer, o apetite sexual das mulheres era bem maiores do que a dos homens.
De Roma a Londres os homens eram "lógicos", e as mulheres eram "lúbricas".

Sigmund Freud - o pai da psicanálise não entendia sobre a sexualidade da mulher e nem da sua anatomia genital.

A teoria freudiana sobre a sexualidade sempre foi uma pedra no sapato da psicanálise

"Afinal o que querem as mulheres?"

Como se faltasse algo a mulher Freud dizia: "A menina é diferente do rapaz, sendo inferior a este, privada como está desse pênis que lhe falta, de que tem "inveja" e de que não encontra senão um pálido sucedâneo no clitóris".

Ou então:"Uma mulher de verdade é capaz de transferir seus orgasmos do clitóris para a vagina".

Freud desenvolveu teorias poderosas e passou a explicar todo e qualquer fenômeno com base nelas. Ele errou redondamente sobre o futuro do mundo em que viveu.
Pois então hoje sabe-se que Sigmund Freud viveu de hipóteses e mesmo assim acertou poucas, principalmente no que toca as mulheres. Ele nem sabia do verdadeiro poder do clitóris e certamente nunca conseguiu um orgasmo de suas mulheres, mas, hoje muitas coisas foram desvendadas pela ciência e sobretudo pelas próprias  mulheres pois ninguém como elas conhecem seu corpo.
Aqui, uma semente do pêssego simbolizando o  clitóris
"Amor Veneris, vel Dulcedo Appelletur" Ronaldo Columbus
Para entender melhor sobre o clitóris veja o vídeo indicado  

O documentário inédito [veja no vídeo] “Clitóris, Prazer Proibido” explora o órgão cuja única função é proporcionar prazer às mulheres. Médicos, educadores sexuais, estudiosos do comportamento e mulheres em geral dão depoimentos sobre o tema.
Por séculos, o clitóris conseguiu a façanha de aparecer e desaparecer diversas vezes.
O primeiro anatomista a fazer referência a essa parte do corpo feminino foi Ronaldo Columbus, em 1559, quando o descreveu como a “cidade do amor”. “É um órgão lindo e muito útil - Amor Veneris”.
O clitóris é maior do que se pensa, e está ligado a todo orgasmo feminino
O filósofo francês René Descartes, 100 anos depois, achou que tivesse feito a descoberta. Para ele, sem o prazer clitoriano, as mulheres não se submeteriam à maternidade. Mas depois disso, o clitóris caiu no esquecimento por muitos anos, até que em 1884, George Cobald publicou uma série de desenhos que não poderiam mais ser negligenciados pela ciência.
Uma das entrevistadas no documentário é a médica Helen O´Connell, pesquisadora de Melbourne considerada uma das especialistas em clitóris. Ela explica o funcionamento do órgão e afirma que não há um "Ponto G". Segundo a entrevistada, o clitóris é maior do que se pensa, e está ligado a todo orgasmo feminino.
.
O clitóris é a única parte do corpo cuja função exclusiva é proporcionar prazer. É estranho as mulheres acharem que sua sexualidade é mais restrita que os homens, pois o clitóris está lá só para proporcionar prazer.
.O

7 comentários:

  1. um lugar onde o universo deixa de ser aquele que julgávamos ...mesmo sendo homem ^.~

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O ponto do prazer. O clitóris é um órgão assim como o pênis, porém, de anatomia diferente.

      Excluir
  2. Um minete não se reduz a um simples preliminar... Aliás, adoro fazer um minete com início, meio e no fim!! Pelo menos no meu fim, que é quando ela se vem na minha língua...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Von? rsrs

      Você é dos bons, vem?
      Bj

      Excluir
  3. É triste que a maioria dos gajos se concentrem a lamber a xota, quando é no clítoris que vocês, mulheres, têm prazer...

    Um beijo nesse quente e húmido grelo!

    :))

    ResponderExcluir
  4. JLynce

    Não é apenas no sexo oral que a mulher sente prazer, há posições que facilitam o orgasmo com o pênis dentro, é uma questão de encaixe na hora do sexo, há que fazer a associação clítoris/vagina. Um não se separa do outro, tanto é que a xana se contrai ritmicamente durante o gozo.

    Hummm, que beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hummmm...dás-me tesão, minha princesa da foda!

      Excluir


Obrigada por chegar até aqui. Seu comentário será valioso para que eu receba através dele, a sua opinião, prova da nossa interação.

Este espaço aborda o erotismo e assuntos relacionados com a sexualidade, mas, não explora a pornografia.

Comentários ofensivos, discriminatórios e preconceituosos serão deletados, aqui prevalece a ética e o bom senso dos leitores.
Um beijo