, ,

Sobre sapos, príncipes e o cu da donzela

.
Para preservar a "pureza" e o cabaço, a opção é o  sexo anal com as virgens donzelas

Quem se mete a adentrar cavernas menos exploradas têm de saber de suas vicissitudes

-Hoje eu faço tudo o que você quiser. Pede!

-Eu quero lá atrás…

Cena clássica dos contos que começam mais ou menos assim: “era uma vez, um casal que se pegava…”. Acontece que, partindo da deixa da última fala, a história tem alguns desenrolares possíveis.

Dentre as mocinhas que já conhecem a arte e as que ainda são donzelas, tem as que querem sair cavalgando pela porta dos fundos por vontade própria, aquelas que o querem pelo grandioso fetiche do proibido, ou até mesmo por ver seu esforço satisfazendo o próximo. Tudo tá valendo.


Depois que a calcinha já foi passear no bosque, chega o momento em que os homens se separam em diversos tipos de cavalheiros. O desbravador, que conquista a confiança das feras do pântano pela delicadeza de seus movimentos e, assim, cruza o caminho com a segurança de um esperto. O sapo companheiro, que salta de boca em sua donzela, prepara o terreno, e desvia das pedras pelo caminho guiado pelas mãos da amada. E o príncipe encantado: aquele tipinho engomado que espera que alguém limpe o caminho e estenda um tapete pra que ele passe sem o menor risco de sujar a pontinha de seu sapato de couro.

Em outras palavras, o príncipe encantado é aquele que só quer o sexo anal se tiver chuca (nome moderninho pra a lavagem que se faz do reto antes da transa).

A prática pode ser uma etapa que se desenrola em comum acordo de ambas as partes, todo mundo fica mais confortável e, depois da chuveirada traseira, é só love, só love. Mas acontece que tem muito membro dessa realeza enjoada que não só é um ‘chuca lover’, como também um ‘chuca freak’. Uma especiezinha que quer pendurar a medalha de ‘honra ao mérito dos fundos’ na casaca, bem à altura dos olhos dos amigos e inimigos, mas sob uma condição: que este seja um sexo anal asséptico. Afinal, onde já se viu correr o risco ser maculado irreversível pelo carimbo alheio! Que situação... traumática, por certo. Do tipo que esvaziaria o sangue das veias viris no ato, e o faria novamente por todas as vezes que o relance de tal lembrança passasse pela cabeça.

Esse principezinho encantado é uma espécie das mais odiáveis. É questionável se ele realmente quer comer um cu, ou se ele está buscando somente uma boceta apertada, bem apertada, e um tanto quanto seca, pra saciar seu subconsciente sádico.

Não é que a prática tenha de ser suja em todos o sentidos da palavras. É só que é preciso aceitar os termos e condições das pessoas donas de cada cu antes de dar enter e fazer o login. Saberás onde estás enfiando-te, e aceitarás a consequências.

Texto: Gabriella Feola 

15 comentários:

  1. Sumidaaaaaaaaaa....

    Ótimo texto...

    Saudades....

    Beijossssssss

    ResponderExcluir
  2. Muito bom! Sempre aprendendo quando cá venho!
    **************
    Colho em tua boca, o doce sabor
    Desse tesão, que bem sei é meu
    E quanto mais eu provo desse amor
    Mais viciada fico nos beihos teus...
    CF
    ******************************
    Booom Final De Semana!!!
    Bjks selvagens da Leoa

    ResponderExcluir
  3. ÉÉÉÉÉ... Tem muita gente fresca. Adorei a parte final, "Saberás onde estás enfiando-te, e aceitarás a consequências."

    Eu nunca tive problemas com isso, mas uma namorada já se preocupou bastante de "Carimbar" o meu pau. Foi um parto convencê-la que é assim mesmo e bla bla bla...

    Beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahaha, não deve ser fácil encarar o dono do pau depois de "carimba-lo", mas há que goste de brincar com a matéria. é a chamada chuva marrom. "scat".

      Excluir
  4. É... Não que eu goste, oras... Sou averso a escatologias, mas pô, não é o fim do mundo, ambos devem saber que um banho depois resolve fácil. rsrs...

    ResponderExcluir
  5. Fantástico este teu post...que me deixou o cacete literalmente a latejar!
    Um beijo com tesão!

    :))

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom, então volte mais vezes, apesar de que tenho andado bem mais devagar com o blog.

      Bjo

      Excluir
  6. Adoro teu blog... sigo-o há tempos!!
    E hoje, vim reconferir o "siga esse blog"!
    Belo post... e o carimbo é a admissão da propriedade!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom sua visita.
      Quanto a admissão da propriedade, a mulher pode mesmo ficar constrangida, ela é muito vaidosa rsrsr
      Bjuuu

      Excluir
  7. Um tesão, é o que a menina é!

    Um beijo!

    ResponderExcluir
  8. Esse menino é também um tesão, enlouquecedor.
    Onde estará ele? Fui lá e dei com as portas na cara. :(

    Acho que deveria se arrepender e reativar seu blog o quanto antes.

    Beijooo ♥

    ResponderExcluir
  9. nada de correrias...o fundamental ;-)

    ResponderExcluir
  10. madagascar2013

    Devagar o caminho é mais proveitoso pois, vai sendo fundamentado. :)

    ResponderExcluir
  11. Preferia o teu cuzinho maduro...minha safadona!

    Delicia!
    Um beijo

    :)))

    ResponderExcluir


Obrigada por chegar até aqui. Seu comentário será valioso para que eu receba através dele, a sua opinião, prova da nossa interação.

Este espaço aborda o erotismo e assuntos relacionados com a sexualidade, mas, não explora a pornografia.

Comentários ofensivos, discriminatórios e preconceituosos serão deletados, aqui prevalece a ética e o bom senso dos leitores.
Um beijo