, , ,

Vem meu macho

.
.
Noite alta, na cama entre lençóis, esquecida de mim mesma não consegui discernir se era mais um daqueles meus sonhos nascidos do calor das nossas pernas enroscadas,  sua mão firme espalmada na minha bunda, dedos pressionados me arrastando para mais junto si, esse era meu previsível  Jorge.

Sono profundo senti estar tendo mais um devaneio gostoso com ele ao lado, mas, aos poucos minha consciência foi percebendo seu respirar ofegante de tesão, aquela mão que me buscava afastando minha calcinha deslizando o dedo entre os lábios entreabrindo-os e encontrando meu clitóris - que Jorge intitula de grelo, sabendo que meu lado esquerdo o gozo é mais assertivo - , e começou a massageá-lo dedilhando de leve, sem pressa, despertando-me aos poucos do estado de torpor que antes então deveria estar na 3ª fase entrando para o estágio REM, por isso levei alguns segundos para discernir  que aquela sensação de deleite adivinha do um toque determinado, pois minha percepção ainda não havia se inteirado da mensagem provocadora de tanto prazer que fez acender entre as pernas um calor ardente e senti que era o sinal da minha umidade escorregadia.
De olhos fechados me entreguei ao prazer do movimentos do seu dedo médio mansamente teimoso no meu "nervinho" gozador enquanto instintivamente fui afastando minhas pernas, me oferecendo ali no nosso revolto ninho que já cheirava nossas misturas. Não havia um ponto sequer de luz a delinear ou nos situar. Naquele momento imperava apenas os sentidos, tateávamos nossos corpos e curvas, serpenteando em nós mesmos. Aquela cama era só luxúria, aquela noite tinha cheiro de desejo e minha buceta minava ininterrupta por ele.
Com as pernas entrelaçadas entre as  minhas, senti seu pau quente e teso, pressionado com o movimento do quadril esfregando ao mesmo tempo que se encaixava gostosamente dando a perceber na minha pele o volume dos seus testículos recolhidos e durinhos o que me deu uma tesão louca e muita vontade de me abrir logo de vez e acolher tudo aquilo que se comprimia vagarosamente em movimentos lerdos, firmes e cadenciados de um lado ao outro no encaixe do meu montinho de Vênus, sim, bem ali.

Ai meu tesão, meu desejo e procurei aquele cacete que era minha loucura. Vem meu bem, não aguento mais, chega e entra em mim, implorei em desvario. Vem rápido... vem em mim...mete fundo... vem com força meu Jorge.


Meu macho levantou-me colocando sentada na cama, puxando-me para seu colo entre suas pernas frente a frente e manejou sua pica apontada bem na portinha da minha cona quente, inchada e sedenta. Acordei pra valer, faminta e meu corpo tremia.
Jorge agarrou-me o pescoço com uma das mãos como se me dominasse e forçando a entrada enterrou seu pau de uma só vez, sumindo dentro de mim com um uivo de lobo na noite.

Na escuridão, de olhos fechados, nossos sentidos regiam os movimentos e nós dois varamos madrugada adentro num frenesi incansável no prazer dos nosso corpos suados, curtindo, se deliciando sem pensar num gozo imediato, até que no vagar do quarto, meu grito em delírio irrompeu impetuoso, pelo clamor do meu intenso orgasmo em contrações ritmadas.

Era o que ele mais queria ouvir, antes de explodir fremente dentro de mim.


.

7 comentários:

  1. Ai, ai...Minha tesudona, estás como o Vinho do Porto, cada vez melhor...
    Beijinhos nesses quentes e húmidos entre-folhos...


    :))

    ResponderExcluir
  2. Jorge

    Bem vindo ao meu quartinho de lasciva, você tem sempre seu lugar aqui.
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado!
      És uma querida, pá!

      Excluir
  3. Noooossaaaa, vem meu macho, delícia!!!
    Bj

    ResponderExcluir
  4. ♀♂ OVERDOSES OF ORGASMS ♀♂

    Delicioso... saboroso... único.

    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Deliciosamente luxuriante, provocante, cheio de beleza e erotismo
    .
    Deixo Carinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vanessa Flor

      Obrigada pela visita e carinho deixado aqui, volte mais vezes que vou gostar sempre. Bj

      Excluir


Obrigada por chegar até aqui. Seu comentário será valioso para que eu receba através dele, a sua opinião, prova da nossa interação.

Este espaço aborda o erotismo e assuntos relacionados com a sexualidade, mas, não explora a pornografia.

Comentários ofensivos, discriminatórios e preconceituosos serão deletados, aqui prevalece a ética e o bom senso dos leitores.
Um beijo