, ,

Modos de amar



 Lambe-me as seios

desmancha-me a loucura

usa-me as coxas

devasta-me o umbigo

abre-me as pernas

 põe-nas nos teus ombros

e lentamente faz o que te digo: 

 





.
Maria Teresa Horta nasceu em Lisboa, a 20 de Maio de 1937. Depois de ter frequentado a Faculdade de Letras, ingressou no jornalismo, tendo sido coordenadora, durante três anos, do suplemento “Literatura e Arte”, do jornal A Capital. A sua obra encontra-se marcada por uma forte tendência de experimentação e exploração das potencialidades da linguagem, numa escrita impetuosa e frequentemente sensual. Uma doce mulher com versos mais doces ainda…



.

4 comentários:

  1. Conheço Teresa Horta, mas não pelo o lado erótico. Confesso que gostei deste trecho.

    Beijos desde Lisboa

    http://o-rabo.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. JOTA ENE

      Pois conheci a literatura de Maria Tereza Horta por seus poemas eróticos e sempre goste.
      Tenho em meus arquivos vários poemas, lindos, calientes, deliciosos.
      Já estou indo visitar o seu RABO.

      Um beijo.

      Excluir
  2. que lindo
    volto mais vezes!

    ResponderExcluir


Obrigada por chegar até aqui. Seu comentário será valioso para que eu receba através dele, a sua opinião, prova da nossa interação.

Este espaço aborda o erotismo e assuntos relacionados com a sexualidade, mas, não explora a pornografia.

Comentários ofensivos, discriminatórios e preconceituosos serão deletados, aqui prevalece a ética e o bom senso dos leitores.
Um beijo