, , , ,

Frescurinha zero

.
A postagem de hoje é sobre uma coisa que é bom de se ter na vida como um todo, mas na hora do sexo considero algo fundamental: a "frescurinha zero".

Homem sem frescura na cama já ganha mil pontos adiantados comigo. E imagino que as mulheres sem frescuras (e sim, somos mais sujeitas a elas que os homens, infelizmente) também sejam sonhos de consumo masculino.

O que eu chamo de frescurinha? Bom... muita coisa. No capítulo "oral", uma lista. Gente que não gosta de beijar. Mulher que não quer chupar. Mulher (ou homem) que chupa com cara de nojo, como se estivesse apenas cumprindo uma obrigação. Homem que adora ser chupado mas não quer que a mulher o beije depois, porque tem nojinho do próprio pau ou da própria porra (isso vale para a mulher também... nojo do gosto da própria buceta). Mulher que não deixa o homem lamber o rabo dela nem se tiver acabado de sair do banho. E por aí vai.

E de resto... bem, cama tem mil situações que podem ser constrangedoras se não forem tratadas com naturalidade, sem frescuras. O tal do "peido vaginal", por exemplo. Você está transando (de quatro acontece mais, em geral), e vai entrando ar na buceta. E como tudo o que entra uma hora tem de sair, de repente você vai se mexer e faz aquele barulho... parece um peido mesmo. Se o homem não der uma força a mulher pode ficar super sem-graça e começar com um discurso de "Eu juro que não é o que você está pensando não!!!" - principalmente se for uma transa ocasional. Eu tive um rolinho, frescurinha zero total, que quando aconteceu isso ele imediatamente veio e deu uma apertadinha na minha barriga, bem embaixo. E pronto, assunto resolvido, simbora ao que interessa.

Outro exemplo: sexo na menstruação. Tem dia que não dá mesmo, porque a gente tá meio dolorida, ou com cólica, ou com muito fluxo... Mas tem dia que daria, e a gente não transa porque acha que o cara vai ficar com nojinho. Então, se ele deixar claro que não tá nem aí... oba! Sinal verde, toalhinha por baixo (ou no chuveiro, pra garantir) e simbora.

Mais um. Esse dá raiva. O cara que quer comer o teu rabo mas tem nojinho de "preparar o terreno". Gente... comer rabo não é que nem comer buceta. Não tem como sair enfiando, assim sem mais. (A menos que você realmente não esteja nem aí se a mulher vai se divertir também ou não.) Exige toda uma preparação... língua, dedo ou mesmo plugues/vibradores de tamanhos progressivos. Então, se quer comer mas tem nojo de enfiar o dedo ou de lamber... vá pra zona, meu filho. E eu já fico com pena antecipada da coitada que você vai pegar lá.

Outro dia vi num blog um moço (deduzo que seja um adolescente) listando 20 erros que as mulheres podem cometer na cama. Tinha coisas reais, e coisas meio absurdas. Uma delas me chamou a atenção. Dizia: "Não se depilar direito. Um pelinho onde não devia pode acabar com todo o nosso tesão". Fiquei pensando cá comigo que o tesão dele por mulheres estava muito fraco, se podia ser cortado por um único pelinho... Frescuriiinha.

Agora, tem uma coisa que é importante frizar. As frescurinhas muitas vezes são motivadas por um receio de que o outro não goste de fazer aquilo. Então, se ele deixar claro que gosta sim, que tem tesão na coisa ou pelo menos não se importa em absoluto, perfeito, frescurinha abandonada.


A fonte desta postagem veio do blog da Deb O Sexo e as Mulheres .

Voce poderá conhecer seu espaço clicando também na imagem abaixo.



.

Twitter da Deb: @deb_em140gotas
.
.

5 comentários:

  1. Anônimo05:05:00

    Ainda bem que não tenho nojo de nada, gosto de tudo :)

    ResponderExcluir
  2. Hahahahahaha...muito bom! Sem frescura. Beijo!

    ResponderExcluir
  3. Esses e essas com frescurinhas não sei não viu!!! o importante é ter muita tesão mas a experiência e maturidade conta muito, pelo menos comigo foi assim.
    bjs

    ResponderExcluir
  4. E a mim que sempre me disseram que fresco é melhor. ;)

    ResponderExcluir
  5. Muito interessante e verdadeiro.
    O egoismo masculino e a falta de noção de alguns deles acaba com qq tesão feminino.
    depois tem gente que não entende o pq eu preferir as meninas (rs) como terceiro elemento.
    Aqui foi um achado e um aprendizado maravilhoso e continua sendo a cada dia mais construtivo.
    Vamos passear tb por Deb O Sexo e as Mulheres .
    Doces e molhados beijos nossos.
    Rubra do Zé

    ResponderExcluir


Obrigada por chegar até aqui. Seu comentário será valioso para que eu receba através dele, a sua opinião, prova da nossa interação.

Este espaço aborda o erotismo e assuntos relacionados com a sexualidade, mas, não explora a pornografia.

Comentários ofensivos, discriminatórios e preconceituosos serão deletados, aqui prevalece a ética e o bom senso dos leitores.
Um beijo