, ,

Sexta-feira à noite

 Marina Colasante-Sexta-feira a noite
Sexta-feira à noite
Os homens acariciam o clitóris das esposas
Com dedos molhados de saliva.
O mesmo gesto com que todos os dias
Contam dinheiro, papéis, documentos
E folheiam nas revistas
A vida dos seus ídolos.

Sexta-feira à noite
Os homens penetram suas esposas
Com tédio e pénis.
O mesmo tédio com que todos os dias
Enfiam o carro na garagem
O dedo no nariz
E metem a mão no bolso
Para coçar o saco.

Sexta-feira à noite
Os homens ressonam de borco
Enquanto as mulheres no escuro
Encaram seu destino
E sonham com o príncipe encantado.
Marina Colasanti


.

3 comentários:

  1. Sexta feita eu tava brincando com minha irmãzinha. Brincamos na webcam. Mas resolvemos parar. Mandei ela procurar leite de pica com o namorado, o meu é pras necessitadas hahaha.

    Ah, e belo poema...gozei, ops, gostei.
    Qualquer coisa, conversamos mais depois na minha cama. De preferencia, antes da sexta.

    http://oladoinversodasletras.blogspot.com/

    Darukian

    ResponderExcluir
  2. É verdade, mas não com esse sentimento!
    Há quem veja o sexo, amor, paixão, tesão, como um momento único, que procure a perfeição neste mesmo momento e só nele encontre a satisfação que não consegue com o dinheiro, papeis e documentos ou metendo o dedo no nariz...
    Ressonar? Isso já é de cada um!

    Brincadeira minha, tá?

    Beijos

    ResponderExcluir


Obrigada por chegar até aqui. Seu comentário será valioso para que eu receba através dele, a sua opinião, prova da nossa interação.

Este espaço aborda o erotismo e assuntos relacionados com a sexualidade, mas, não explora a pornografia.

Comentários ofensivos, discriminatórios e preconceituosos serão deletados, aqui prevalece a ética e o bom senso dos leitores.
Um beijo