,

Loucuras antimasturbatórias

Em 1802, na Inglaterra, foi fundada uma Sociedade para a repressão do vício; ligas desse tipo se multiplicaram até o fim do século XIX em toda a Europa ocidental. Com o objetivo de impedir a atividade masturbatória, várias invenções proliferaram.

A mais conhecida era a atadura antimasturbação do Dr. Lafond. Os órgãos genitais eram escondidos embaixo de envelopes que permitiam a excreção da urina. Por baixo disso um cofre da forma e do tamanho do pênis o vestia de ouro ou prata, garantindo que estava ao abrigo de qualquer tentação.

Um médico inglês criou um cinto de castidade solidamente fechado com ferrolho para o dia e um anel peniano de metal com quatro pregos voltados para dentro para a noite. O homem seria despertado à menor ereção. Havia também um detector de ereção ligado a um fio que ficava ao lado do quarto dos pais do jovem. À mais leve ereção, uma espécie de sino tocava, alertando os pais para a ereção do filho.

Fonte:

4 comentários:

  1. PQP, ainda bem que somos de uma época pós loucuras antimasturbatórias,...rsrs

    Beijo IN_!

    ResponderExcluir
  2. Que loucura!
    Como é possível, isto é incrível...
    Há coisas que eu não me consigo imaginar sem... uma delas é essa!
    Sabe tão bem, quando o fogo aperta, né?

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. só poderia ser na europa mesmo, não coisa melhor q se tocar, tocando-nos apredemos da delícia de estarmos no outro

    ResponderExcluir
  4. Hmmm... fiquei tentando imaginar como seriam/funcionariam todas essas parafernálias.
    Isso porque era uma época que não tinha televisão, nem internet... acho que enlouqueceria qualquer homem.

    ResponderExcluir


Obrigada por chegar até aqui. Seu comentário será valioso para que eu receba através dele, a sua opinião, prova da nossa interação.

Este espaço aborda o erotismo e assuntos relacionados com a sexualidade, mas, não explora a pornografia.

Comentários ofensivos, discriminatórios e preconceituosos serão deletados, aqui prevalece a ética e o bom senso dos leitores.
Um beijo