Erotismo

O erotismo existiu desde sempre expresso por imagens e por palavras, mas existiu também uma confusão entre erotismo e pornografia. Distinguir as diferenças entre estes dois conceitos, tornou-se algo complicado e discutível na nossa sociedade. A diferença reside na forma como se usam as palavras e o próprio corpo. O erotismo tem que ter obrigatoriamente beleza e sensibilidade, misturadas com muita sensualidade enquanto que a pornografia, rege-se por conceitos mais obscenos, dados à vulgaridade. Mas, como é óbvio esta diferença depende da educação e da visão de cada um. Aquilo que pode demonstrar a diferença da escrita é a qualidade literária na qual se insere, e a forma como as palavras se utilizam.
No tempo da Inquisição, por exemplo, foram muitas as obras cortadas do panorama da leitura comum. A censura era implacável e ainda hoje, as vozes censórias se fazem ouvir, mas já com outra dimensão. Os exemplos de pornografia por todo o mundo são vários, e o recurso à literatura que vem enaltecendo o erotismo, é ainda muitas vezes confundido com pornografia.
Nelson Rodrigues, encenado no Caixa Preta (teatro local ao ar livre), não foi pornográfico, foi erótico.


.

0 comments:

Postar um comentário


Obrigada por chegar até aqui. Seu comentário será valioso para que eu receba através dele, a sua opinião, prova da nossa interação.

Este espaço aborda o erotismo e assuntos relacionados com a sexualidade, mas, não explora a pornografia.

Comentários ofensivos, discriminatórios e preconceituosos serão deletados, aqui prevalece a ética e o bom senso dos leitores.
Um beijo