Vinde à mim

IGREJA / PEDOFILIA

“VINDE À MIM AS CRIANCINHAS”

Imunizado pela impunidade e pelo acobertamento do Vaticano, câncer da pedofilia corrói as entranhas da igreja Católica. À propósito da sucessão de escândalos e denuncias de pedofilia envolvendo padres, resolvi postar alguma informação sobre o assunto a partir das muitas noticias publicadas sobre o assunto nos últimos dias.

Dias atrás, o papa Bento XVI publicou uma carta sem precedentes à Irlanda, lembrando dos 16 anos de cobertura de escândalos na Igreja local. Mas ele ainda precisa se manifestar sobre o caso do reverendo Peter Hullermann, que aconteceu quando o papa, então cardeal Joseph Ratzinger, supervisionava a arquidiocese de Munique, entre 1977 e 1982.
Hullermann foi acusado de praticar violências sexuais contra meninos em Essen, no Oeste da Alemanha, na década de 1970, até que Ratzinger aprovou sua transferência para Munique, onde ele recebeu tratamento psiquiátrico para pedofilia.

Um dia depois de criticar os bispos da Irlanda pelo modo como lidaram com meio século de abuso sexual de menores por clérigos irlandeses, Bento XVI pediu que os católicos evitem julgar os pecadores,.O papa afirmou que Jesus ensinou as pessoas a não julgarem ou condenarem os outros. "Vamos aprender a ser intransigentes com os pecados, começando pelos nossos, e clementes com as pessoas", disse.
Investigações abertas pelo governo irlandês descobriram uma quantidade chocante de abusos sexuais contra crianças e tentativas da Igreja esconder os crimes, entre 1930 e 1990. Mais de 15 mil crianças teriam sofrido abusos nesse período na Irlanda.
O papa não atribuiu às políticas do Vaticano que mantiveram os abusos em segredo a responsabilidade por tornar a situação pior, como vítimas na Irlanda, EUA e em outros países afirmaram. Enquanto Bento XVI não determinou qualquer punição para os bispos irlandeses, na Holanda, este mês, emergiram pelo menos 1.100 acusações de abuso sexual cometidos por membros da Igreja Católica Romana local em três décadas a partir de 1950. Escândalos semelhantes emergiram também na Áustria, Suíça e Alemanha.

Por aqui, no último dia 16 deste mês, o bispo de Penedo (Alagoas), Dom Valério Breda, confirmou o afastamento das atividades religiosas dos monsenhores Luiz Marques Barbosa, de 82 anos, e Raimundo Gomes, de 52, além do padre Edílson Duarte, 43, das atividades nas paróquias de Arapiraca, segunda maior cidade do Estado com mais de 200 mil habitantes, a 146 quilômetros de Maceió, após a veiculação de notícias publicadas pela imprensa denunciando o envolvimento deles em um escândalo sexual com rapazes.
O caso ganhou repercussão internacional e já chegou ao conhecimento do Vaticano. Os religiosos foram denunciados por antigos coroinhas, que teriam sido molestados ainda quando crianças.
Na reportagem do programa "Conexão Repórter", do SBT, o monsenhor Luiz Marques Barbosa aparece tendo relações sexuais com um rapaz de 19 anos, que era seu coroinha desde os 15. A reportagem do SBT, veiculada no YouTube sem cortes, vem sendo reproduzida em vídeo e vendida à população da região de Arapiraca por vendedores de DVDs piratas por R$ 2. Além de afastados das suas atividades, os religiosos estão respondendo a um processo criminal, aberto pela Polícia Civil de Alagoas, a pedido do Ministério Público Estadual.

Fonte da postagem tirada DAQUI

0 comments:

Postar um comentário


Obrigada por chegar até aqui. Seu comentário será valioso para que eu receba através dele, a sua opinião, prova da nossa interação.

Este espaço aborda o erotismo e assuntos relacionados com a sexualidade, mas, não explora a pornografia.

Comentários ofensivos, discriminatórios e preconceituosos serão deletados, aqui prevalece a ética e o bom senso dos leitores.
Um beijo